Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \16\UTC 2009

Ainda me lembro da expressão intensa no rosto da menina: “Papai, por que não ensina  a mamãe a dançar?” O filme “Shall We Dance?”Dança comigo?, do diretor Peter Chelson, fala da vida de um homem que, tendo perdido o interesse por seu casamento, apesar de amar sua mulher, decide aprender a dançar. Em meio às suas aulas e com a influência de sua empolgante professora, descobre-se vivo novamente, desperta ciúmes em sua esposa e traz à tona a crise que estavam vivendo. Após abandonar as aulas, fato que não resolveu os seus problemas, ouve de sua filha a proposta para que ensine sua mulher a dançar.

Quantos são os relacionamentos que perdem o brilho e vivenciam situções como essas, não? Dúvidas, medos, insatisfações, tudo fica guardado em um lugar escondido, difícil de ser alcançado pelo outro. A ausência de diálogo, que diversas vezes tem a intenção de não machucar, acaba por piorar as coisas, uma vez que só aumenta o abismo entre os dois e diminui a habilidade de comunicação.

Seria maravilhoso, então, se apenas ensinar o outro a dançar fosse o bastante, não é mesmo? Se ao menos houvesse o convite de uma das partes, talvez pudesse dar certo; quem sabe um rítmo quente despertasse os desejos adormecidos ou uma melodia delicada trouxesse de volta  a sensibilidade. No entanto, as coisas não são tão simples assim. Para tudo na vida é necessário um primeiro passo mas, este é tão rejeitado que fica difícil começar a dança.

Bom, mas vamos pensar sobre dança: penso que relacionar-se com alguém é justamente aprender a dançar com ele, conhecer o seu corpo, o seu rítmo e seus estilos prediletos. Amar é dançar com harmonia como um só corpo ou uma “alma em dois corpos”, como diz Aristóteles sobre os amigos. Ou não falamos de amizade em relacionamentos amorosos? Será possível amar sem ser amigo?

Amigo é o que confia ao invés de julgar, ouve e não apenas fala. Amigo é aquele que investe no outro, que se preocupa e gosta de passar tempo junto; ele conhece e reconhece o amigo todos os dias.  Ser amigos é ter uma alma em dois corpos, ser amante é ser um com o outro. Ser amante é ser amigo, que conhece os passos pra sempre acompanhá-lo, conhece o rítmo pra confiar no seu tempo. O amante conhece o corpo e o sustenta quando for preciso.

Talvez seja mesmo importante, então, ensinar e aprender a dançar, conhecer o par e fazer bonito na pista que os espera pela frente. Não vamos ter medo das quedas, o importante é ajudar a levantar. É isso o que os amigos fazem, que os amantes fazem; são uma única alma em dois corpos, são um único corpo a dançar.

Read Full Post »

 

Um novo ano… novos planos. Algumas coisas queremos mudar depois do reveillon. Eu quero ter mais tempo pra fazer as coisas que gosto, tempo pra escrever! Quero viajar, quero os dias claros, praia, chuva de verão! Claro, que sem desastres em lugar algum, mas eu queria chuva, queria alívio pra o corpo e pra mente. Queria jogar tudo para o alto, e correr pra água! Queria fugir, “pra um lugar comum, um lugar qualquer”.

Há muitas coisas que eu deveria estar fazendo nessas férias, coisas que não tive tempo de fazer durante o ano mas, a minha vontade mesmo é me deitar na areia e ouvir o som das ondas, nada mais… Férias! Que palavra gostosa, não? Não queria que durasse pra sempre, mas também nao queria que acabasse tão depressa… Sabe de uma coisa, vamos parar com esse papo de acabar, o que acha? É claro  que você concordaria comigo!

Vamos fazer com que sejam eternos os momentos de prazer, vamos trazer o prazer a todos os nossos momentos! Vamos fechar os olhos e sentir o que temos e não apenas sonhar com o que não temos. Melhor, o que você quer? Vamos fazer acontecer? Que tal uma música perfeita pra começar? Aquela música que te faz sentir a vida, sentir a alma, visualizar os sonhos e as imagens mais belas. Aquela que te faz ter vontade de viver.

Agora, aquele banho… Huuuum! Aquele banho que recarrega as energias, que leva embora a sujeira dos trancos e barrancos e limpa os ferimentos. A roupa. A roupa tem que te deixar livre, tem que ser você, o calçado tem que ser firme, te dar resistência pra longas caminhadas.

Ah, e não esqueça de dançar!! Dançar muito, pois quando a gente dança, a vida toda parece uma festa e dá mais vontade de caminhar. Ame. Ame a todos, ame a você. Ame o dia, a noite, ame você. Ame o momento, o futuro, o passado… Ame você. Agradeça porque a vida te fez alguém que deseja estar bem, que anseia por aproveitar cada  segundo como o mais precioso dos bens.

Sabe, eu sinto que teremos um ótimo ano e você? Vamos caminhar então e a gente se bate por aí, quando menos esperarmos, quando o segundo for o nosso momento único e a gente tiver tempo, então, pra perceber um olhar diferente na rua!

Um ótimo 2009 pra você!

Read Full Post »